Polícia indiana prende 6 pessoas envolvidas em estupo coletivo de suíça

A polícia prendeu seis homens acusados de estupro coletivo contra uma turista suíça que estava acampando com seu marido em uma floresta no Estado indiano de Madhya Pradesh.

Reuters

17 de março de 2013 | 16h20

Todos os acusados ??comparecerão diante de um magistrado na segunda-feira, afirmou o vice-inspetor geral da polícia, Dilip Arya, à Reuters. A polícia também recuperou objetos de valor do casal.

O ataque à mulher suíça de 39 anos, na noite de sexta-feira, ocorreu três meses depois de uma estudante de fisioterapia de 23 anos ter sido estuprada e espancada em um ônibus em movimento e depois jogada sangrando na rua, em um caso que provocou indignação no país. Ela morreu mais tarde num hospital em Cingapura.

A mulher suíça e seu marido estavam visitando o Estado de bicicleta e foram acampar durante a noite na floresta. Arya disse à Reuters no sábado que sete homens atacaram o casal em sua barraca, e quatro deles estupraram a mulher.

No entanto, a investigação da polícia descobriu mais tarde que apenas seis pessoas estavam envolvidas no crime, disse ele.

Os detidos têm idades entre 20 e 25 anos e pertencem a uma tribo local conhecido como Kanjar, informou Arya.

A mulher e seu marido deixaram o Estado e agora estão na embaixada da Suíça em Nova Délhi.

(Reportagem adicional de Silke Koltrowitz)

Tudo o que sabemos sobre:
INDIAPRENDEGANGUEESTUPRO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.