Polícia indonésia detém oito membros do Jemaah Islamiya

Oito supostos membros do grupo Jemaah Islamiya, considerado o braço da rede Al-Qaeda na Ásia, foram detidos em várias batidas antiterroristas na Indonésia, informou nesta terça-feira, 27, o jornal The Jakarta Post.A última detenção aconteceu na segunda-feira, 26, na cidade de Surabaia, em Java Oriental. A Polícia confiscou com o detido 12,5 quilos de dinamite.O suspeito foi identificado como Ahmad Sachrul Uman, conhecido como Khoirul, de 24 anos."Achamos que Khoirul é membro de um grupo terrorista dirigido pelo militante Abu Dujana, que recebeu treinamento terrorista no Afeganistão", informou à imprensa o chefe da polícia de Surabaia, Heri Dahana.Abu Dujana é o segundo homem mais procurado na Indonésia, depois do suposto líder do grupo. Acredita-se que ele tenha fugido das batidas da semana passada na cidade de Yogyakarta, também em Java.A sua organização está supostamente envolvida no atentado a bomba em Jacarta, em 2003, que matou 12 pessoas, e nos ataques de Bali, de 2002, que deixaram 202 mortos.A operação antiterrorista começou no dia 20 de março, com uma batida em Yogyakarta, na qual dois suspeitos morreram, um foi ferido e foram detidas cinco pessoas. A polícia confiscou dois rifles M-16, três pistolas, 400 balas e três motos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.