Polícia Indonésia mata 5 supostos militantes islâmicos

O esquadrão de polícia especializado no combate ao terrorismo na Indonésia matou cinco supostos militantes islâmicos no leste do país, segundo a agência de notícias estatal.

AE, Agência Estado

05 de janeiro de 2013 | 14h53

Os suspeitos teriam ligação com um pequeno grupo terrorista que, de acordo com a polícia local, estaria fomentando conflitos sectários entre muçulmanos e cristãos para desestabilizar a Indonésia, com o objetivo final de criar uma nação islâmica.

As mortes ocorreram durante batidas na ilha de Sumbawa entre ontem à noite e a manhã deste sábado. Na manhã de sexta-feira, outros dois supostos militantes foram mortos na ilha de Sulawesi, também no leste da Indonésia. As informações são da Associated Press e Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Indonésiaterrorismomortes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.