Polícia inicia investigação de maior crime da história de Ontário

As autoridades canadenses começarão nas próximas horas a fazer as autópsias dos oito corpos encontrados em uma estrada rural ao sul de Toronto, no que a polícia considera um dos maiores crimes de Ontário. "Em 27 anos de serviço, não lembro desse número de vítimas em um só lugar, portanto, obviamente, é bastante significativo", afirmou o detetive Ross Bingley, da Polícia Provincial de Ontário, durante uma entrevista coletiva concedida neste domingo. Os oito corpos foram encontrados no sábado por um agricultor dentro de quatro veículos abandonados em uma estrada que passa por dentro de sua propriedade. A polícia informou neste domingo que os oito corpos ainda não foram identificados, mas há indícios de que as vítimas se conheciam e eram moradores da área metropolitana de Toronto. Os veículos foram retirados do local no sábado à noite pela polícia com os corpos dentro para preservar ao máximo as circunstâncias em que as vítimas foram assassinadas. As autoridades não quiseram informar qual foi a causa da morte e se as vítimas estão relacionadas com o mundo do crime. A área em que foram encontrados os oito corpos é freqüentada por organizações criminosas, mas a polícia evitou vincular os assassinatos a estes grupos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.