Polícia invade mesquita e detém 400 milicianos em Najaf

A polícia iraquiana invadiu pacificamente hoje a mesquita do Imã Ali, em Najaf, e prendeu cerca de 400 rebeldes xiitas liderados pelo clérigo Muqtada al-Sadr. Segundo uma fonte do governo, al-Sadr não foi encontrado. Milicianos retiraram armas da mesquita pela manhã. O principal clérigo xiita do Iraque, o grão-aiatolá Ali al-Husseini al-Sistani, concordou em assumir o controle do santuário, transformado em fortaleza por Al-Sadr e seu exército particular, as Brigadas Mahdi, durante as duas semanas de comabate com os americanos. As ações destinadas a pôr fim à crise vêm um dia depois de o premier iraquiano, Ayad Allawi, ter ameaçado invadir o santuário com tropas iraquianas. Ontem à noite, aviões ameriacnso bombardearam posições das Brigadas, como parte de uma operação que deixou 77 mortos e 70 feridos.Com a calma de volta a Najaf, Allawi retirou suas ameaças. ?Nào atacaremos amesquita, não atacaremos Muqtada al-Sadr e amesquita, é claro que não faremos nada disso?, disse Allawi à BBC, ?O ramo de oliveira continua estendido?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.