Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Polícia invade Sorbonne e dispersa estudantes

A tropa de choque da polícia francesa invadiu a Universidade de Sorbonne, em Paris, para dispersar pelo menos 150 estudantes que ocupavam o prédio em protesto contra uma nova lei trabalhista, que facilita a demissão de funcionários jovens. Os policiais usaram gás lacrimogêneo e cacetetes durante 10 minutos para retirar os estudantes do prédio principal. Alguns deles estavam no local há três dias. Pelo menos duas pessoas ficaram feridas e algumas foram presas. Os manifestantes deixaram o prédio sob gritos de "A Sorbonne pertence aos estudantes".Cerca de 40 das 84 universidades francesas registraram algum tipo de ocupação de estudantes nesta sexta-feira em protesto contra a nova lei, de acordo com a agência de notícias francesa AFP. O ministro do Interior francês, Nicolas Sarkozy, interrompeu sua viagem ao Caribe para lidar com os protestos na França.O chamado Contrato do Primeiro Emprego, aprovado pelo parlamento francês na quinta-feira, é um contrato de dois anos para pessoas com menos de 26 anos, que podem ser demitidas a qualquer momento, sem a necessidade de algum motivo para isso. Ministros esperam que a flexibilidade encoraje os empregadores a contratar mais pessoas jovens, já que terão a garantia de dispensar estes funcionários assim que houver necessidade.Críticos da nova lei dizem que trabalhadores jovens terão menos segurança do que colegas mais velhos e que as generosas condições trabalhistas francesas serão minadas com isso. Por enquanto, a nova lei é aplicável apenas em pequenas empresas, mas existe o temor de que ela possa ser utilizada de forma errada por empregadores de companhias maiores e faça com que jovens enfrentem ainda mais dificuldade para obter um emprego fixo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.