Polícia investiga morte de líder camponês

A Liga Nacional de Carperos (sem-terra) do Paraguai exigiu ontem que as autoridades investiguem o assassinato do líder camponês Vidal Vega, ocorrido no sábado, em Curugaty, a 250 quilômetros de Assunção. Vega era também militante do Partido Liberal, do presidente paraguaio, Federico Franco, e foi assassinado perto do local onde, em 15 de junho, um choque entre sem-terra e a polícia deixou 16 mortos e causou o impeachment de Fernando Lugo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.