Polícia investiga origem do dinheiro de atirador

A polícia norueguesa investigará o dinheiro usado pelo extremista cristão Anders Behring Breivik para financiar os ataques que mataram 77 pessoas na Noruega no mês passado. Uma unidade, criada especialmente para o caso, conduzirá a investigação, a maior na história da Noruega, que deve durar um ano. Cerca de cem agentes estão colhendo pistas em Bermuda, Antígua e Barbuda e outros paraísos fiscais. O atirador diz ter recebido US$ 743 mil, dos quais teria depositado parte no Caribe e no Leste Europeu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.