Polícia iraquiana diz que EUA mataram três estrangeiros

Tropas dos Estados Unidos mataram três árabes estrangeiros e apreenderam armas depois de um tiroteio ocorrido num local descrito pela polícia iraquiana como um "esconderijo de terroristas" em Bagdá, informaram oficiais iraquianos. Dois iemenitas e um sírio foram mortos depois que as forças americanas invadiram uma casa no distrito de Al-Moalemeen, no sul da capital iraquiana.Segundo as fontes, os soldados deram aos árabes 15 minutos para que se entregassem. Quando o ultimato foi recusado, as tropas atacaram, matando os três. Uma mulher iemenita foi levada sob custódia. Duas outras mulheres iemenitas e três crianças foram liberadas.Jassim Mouhan, um participante do conselho municipal, afirmou que os americanos encontraram dentro da casa fuzis AK-47, granadas, dinamite e outros explosivos. "Tratava-se de um esconderijo terrorista", disse o capitão Ali Dawoud. A assessoria de imprensa dos militares americanos disse que não há informe sobre o incidente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.