Polícia iraquiana encontra 27 corpos em Bagdá

A polícia iraquiana anunciou nesta segunda-feira a localização de 27 cadáveres nas últimas 24 horas em Bagdá, aparentemente vítimas da violência sectária.Os corpos foram localizados em diferentes bairros da capital e apresentavam tiros na cabeça e sinais de tortura.Em outro incidente, pelo menos duas pessoas morreram e outras três ficaram feridas como conseqüência de uma explosão num bairro no norte de Bagdá.Essa última explosão ocorre apenas algumas horas depois de o primeiro-ministro iraquiano, Nouri al-Maliki, anunciar que o esperado plano de segurança para Bagdá será posto em prática dentro de uma semana e que este plano compreende toda a capital iraquiana, que será dividida em dez zonas.Maliki afirmou que o dispositivo "incluirá tanto as áreas xiitas como as sunitas, com o objetivo de limpar a cidade de terroristas, confiscar armas e possibilitar o retorno das pessoas que se viram obrigadas a abandonar suas casas".Por outro lado, nove policiais iraquianos morreram neste domingo após a explosão de um carro-bomba e outros seis ficaram feridos na cidade de Ad Dur, perto de Tikrit, a 170 quilômetros de Bagdá, segundo fontes militares.A explosão ocorreu perto da delegacia de Polícia de Ad Dur e causou graves danos estruturais ao edifício, segundo o Escritório de Coordenação Conjunta de Tikrit.Por enquanto se desconhece a autoria desse atentado, embora a Polícia iraquiana e o Exército dos EUA tenham iniciado uma investigação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.