Polícia iraquiana encontra corpos de 22 xiitas

Dois oficiais da polícia iraquiana disseram que os corpos de 22 peregrinos xiitas, que foram mortos a tiros mais cedo nesta segunda-feira, foram encontrados em um local remoto do deserto no oeste do Iraque. Todos os mortos eram homens. Eles viajavam em um ônibus que foi parado na rodovia por atiradores, os quais mandaram que todas as mulheres deixassem o ônibus, que viajava para um santuário xiita na Síria. Aparentemente, os agressores dirigiram o ônibus para o local no deserto e mataram os 22 homens a tiros.

AE, Agência Estado

12 Setembro 2011 | 19h00

Os dois oficiais disseram que todos os mortos eram da cidade de Kerbala, no sul iraquiano. Os corpos foram encontrados a alguns quilômetros da rodovia onde o ônibus foi sequestrado, entre Bagdá e a fronteira da Jordânia, na província de Anbar, onde os sunitas são majoritários. Os dois oficiais falaram sob anonimato.

Uma das mulheres disse que quatro homens com uniformes do exército iraquiano pararam o ônibus na rodovia, em um falso posto de controle, e mandaram que todas as mulheres deixassem o veículo. Após isso, os atiradores entraram no ônibus com armas em punho e o veículo desapareceu na rodovia.

As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Iraque violência Anbar

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.