Polícia iraquiana foi avisada antes do atentado de hoje

O capitão do II Regimento de Cavalaria Blindada dos Estados Unidos, Sean Kirley, disse que a polícia iraquiana recebeu uma advertência sobre o ataque desta segunda feira pouco antes de ocorrer. A explosão aconteceu a cerca de 100 metros do Hotel Canal, sede da ONU em Bagdá, quando um Opel cinca, ano 1995, se aproximou da entrada do estacionamento. ?O guarda Salam Mohammed, de 23 anos, foi revistar o carro, abriu o porta-malas e houve a explosão que o matou e ao motorista, provavelmente um militante suicida?, disse o tenente-coronel Thaer Ahmed, da polícia do Iraque. Segundo ele, pelo menos 11 pessoas ficaram feridas, na maioria policiais. De acordo com o capitão Sean Kirley, não houve danos ao prédio da sede da ONU, que continua funcionando, mesmo depois da explosão de 19 de agosto, quando morreram 23 pessoas, entre elas o brasileiro Sérgio Vieira de Mello.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.