Polícia italiana detém 37 por tumultos na crise do lixo

A polícia italiana deteve 37 pessoas por suposto envolvimento em tumultos com forças de segurança em um depósito de lixo em Nápoles. Em janeiro, manifestantes furiosos atacaram a polícia com pedras e pedaços de pau, em meio a violentos protestos nas imediações de um depósito de lixo em Pianura, na periferia napolitana.As autoridades querem reabrir o depósito de lixo para minorar a séria crise de coleta de lixo na região da Campania, da qual Nápoles é capital. A polícia de Nápoles informou hoje que 20 pessoas estão detidas em cadeias e outras 17 estão em prisão domiciliar. Entre os suspeitos, estão ''hooligans'' torcedores da Società Sportiva Napoli, o time de futebol mais importante de Nápoles, e partidários de dois políticos locais. A polícia afirma que os suspeitos são acusados de associação criminosa, vandalismo e interrupção de serviço público.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.