Polícia italiana prende 20 em operação na ilha da Sicília

A polícia italiana realizou nesta terça-feira, 6, uma operação antimáfia na ilha da Sicília contra chefes da Cosa Nostra, prendendo 20 pessoas por associação mafiosa armada nas localidades de Agrigento, Favara, Canicatti e Palermo.Durante a operação "Camaleonte" foram reconstruídos "os vínculos entre os novos chefes" da Cosa Nostra em Agrigento e em Palermo, informou a polícia em comunicado.Além disso, se comprovou "a reorganização das famílias mafiosas de Agrigento e Favara, assim como os novos equilíbrios internos da Cosa Nostra na província de Agrigento".Na nova cúpula mafiosa local figuram jovens empresários da construção e velhos chefes da máfia, além de várias pessoas sem antecedentes penais que acobertam os foragidos da Justiça.Os detidos seriam supostos filiados às famílias mafiosas de Agrigento que, segundo a acusação citada pela imprensa local, estariam vinculados ao grupo do chefe mafioso arrependido Maurizio di Gati, detido em dezembro e que colabora com a Justiça, e de Giuseppe Falzone, que está foragido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.