Polícia italiana prende 3 marroquinos suspeitos de terrorismo

A polícia italiana prendeu trêsmarroquinos neste sábado depois de encontrar filmes e downloadsda Internet numa mesquita que, acredita-se, era usada pararecrutar e treinar militantes para "atos terroristas" noexterior. "Encontramos e desbaratamos uma genuína ''escola deterrorismo"'', disse Carlo De Stefano, chefe da Ucigos, divisãoda polícia italiana especializada em investigações desegurança. A polícia afirma acreditar que os homens, um deles um imã,vinham usando a mesquita de Ponte Felcino, próximo a Perugia,como campo de treinamento para terroristas internacionais. Omaterial apreendido inclui instruções de como pilotar um Boeing747. "A investigação documenta como os suspeitos... conduziamuma operação laboriosa e abrangente de instrução e treinamentono uso de armas e em técnicas de combates para atosterroristas", afirmou a polícia em comunicado. Segundo a polícia, a mesquita foi usada para recrutar"terroristas" que atuariam no exterior, possivelmente noIraque. O Ministério do Interior informou que um quartomarroquino que eles procuravam estava sendo mantido em umaprisão num outro país. Entre os arquivos baixados na Internet havia instruções decomo lidar com venenos e explosivos e mandar mensagenscodificadas por computador. Segundo a polícia, também havia"instruções para o aspirante a mujahideen chegar em segurança azonas de conflito".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.