Peter Macdiarmid/Reuters
Peter Macdiarmid/Reuters

Polícia londrina detém seis suspeitos de planejar ataque contra Bento XVI

Nenhuma evidência foi encontrada até o momento; policiais receberam denúncia por telefone

estadão.com.br

17 de setembro de 2010 | 09h10

LONDRES - A polícia do Reino Unido prendeu seis homens suspeitos de ameaçar o papa Bento XVI, que está em visita ao país, informou um porta-voz policial nesta sexta-feira, 17. As detenções ocorreram após policiais receberem denúncias por telefone.

 

A polícia de Londres disse que os cinco suspeitos, com idade entre 26 e 50 anos, foram presos por atos terroristas no centro da capital britânica. A polícia ainda disse que realiza mais buscas na cidade, embora nenhum artefato ou evidência de terrorismo tenha sido encontrada até agora. Pela tarde, um sexto homem foi detido.

 

"Aproximadamente às 5h45 (horário local), cinco homens foram presos por oficiais do Serviço de Combate ao Terrorismo da Polícia Metropolitana por suspeita de preparação ou instigação de atos de terrorismo. Eles foram levados para uma delegacia, onde prestarão depoimentos", informaram as autoridades.

 

A polícia ainda se disse satisfeita com o esquema de proteção montado para a visita de Bento XVI. "O plano policial permanece apropriado, e o itinerário do papa não mudou. Não há mudanças nos níveis de segurança do Reino Unido", conclui um comunicado divulgado após as detenções.

 

Com informações da agência Reuters

 

Atualizada às 16h19

Tudo o que sabemos sobre:
papaBento XVILondresReino Unido

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.