Polícia mata duas mulheres que tentavam realizar atentado no Afeganistão

Carregando explosivos, terroristas tinham ONG financiada pelos EUA como alvo do ataque

Efe

17 de março de 2010 | 08h44

CABUL - Duas mulheres que tentaram invadir uma ONG financiada pelos Estados Unidos com coletes carregados de explosivos foram mortas pela Polícia do Afeganistão, informou nesta quarta-feira, 17, o Ministério do Interior.

 

As mulheres planejavam atacar a sede da ONG em Lashkar Gah, capital da província de Helmand, no sul do Afeganistão. A Polícia, porém, interceptou-as e conseguiu matá-las a tiros, segundo um comunicado do Ministério. Não houve outras vítimas.

 

Desde o dia 13 de fevereiro, cerca de 15 mil soldados afegãos e das tropas da Otan realizam uma grande operação contra o Taleban no distrito de Nad Ali, em Helmand. Embora os combates aconteçam em várias regiões do distrito, o principal foco das ações é a localidade de Marjah, a aproximadamente 25 quilômetros de Lashkar Gah.

Tudo o que sabemos sobre:
AfeganistãoTalebanHelmand

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.