Polícia mata sete em resgate de refém nas Filipinas

Mortes ocorreram durante confronto com a polícia durante resgate de empresária sequestrada

Efe,

11 de agosto de 2009 | 03h56

Pelo menos sete sequestradores morreram durante uma operação da polícia filipina para libertar uma empresária raptada no domingo em Manila, informam nesta terça-feira, 11, as autoridades locais.

 

Dois dos sequestradores morreram nesta segunda, durante a violenta operação para soltar Michelle Tan, de 30 anos e empresária do setor têxtil. Os bandidos tinham estipulado um resgate de 2 milhões de pesos (29.600 euros) para libertá-la.

 

O demais suspeitos mortos a tiros pela polícia não se encontravam na casa onde Tan estava no momento do tiroteio. Eles foram encontrados na cidade de Caloocan, na Grande Manila, e foram rastreados por seguirem negociando mesmo após a libertação da empresária.

 

Quase 50 pessoas, segundo organizações independentes, e 20, de acordo com números oficiais, foram sequestradas este ano nas Filipinas.

Tudo o que sabemos sobre:
Filipinassequestro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.