Polícia mexicana dispersa estudantes e 2 são mortos

Dois estudantes foram mortos a tiros nesta segunda-feira quando a polícia mexicana dispersou um protesto de 600 jovens na autoestrada entre o balneário de Acapulco, no Estado de Guerrero, e a Cidade do México. O confronto aconteceu perto de Chilpancingo, capital de Guerrero, 270 quilômetros ao sul da capital mexicana. O governo de Guerrero não fez comentários após a violência, mas a comissão de direitos humanos do Estado disse que abriu uma investigação. Os estudantes pediam o aumento de uma subsídio pago aos jovens que frequentam a escola agrícola Ayotzinapa em Guerrero.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.