EFE/Héctor Dayer
EFE/Héctor Dayer

Polícia mexicana encontra corpos de 11 pessoas enforcadas no norte do país

Segundo informação de legistas, todos foram mortos com um "torniquete no pescoço"

O Estado de S.Paulo

04 Agosto 2018 | 09h04

CIDADE DO MÉXICO - Os corpos de 11 pessoas enforcadas foram encontrados na sexta-feira, 3, em uma residência em Ciudad Juárez, no estado de Chihuahua, norte do México e fronteira com os Estados Unidos, segundo informações da Promotoria Geral.

As autoridades indicaram que os corpos das vítimas correspondem a oito homens e três mulheres e, segundo informação dos legistas, todos foram mortos com "um torniquete no pescoço".

De acordo com as versões apresentadas, o local onde aconteceram os assassinatos tem caraterísticas de uma casa de segurança como aquelas utilizadas por grupos criminosos e aparentemente as vítimas foram reunidas para serem mortas.

Uma das linhas de investigação indica que os fatos violentos aconteceram por uma disputa entre grupos criminosos.

Anteriormente, a Promotoria, através de um comunicado, afirmou que "realiza uma investigação ministerial para esclarecer o fato e descobrir o paradeiro dos responsáveis".

Além disso, indicou que "os procedimentos da Agência Estatal de Investigação se concentram neste momento em determinar as causas da agressão, a identidade das vítimas que morreram no local e estabelecer se pertencem a uma célula criminosa".

Na última quinta-feira um grupo de detentos da penitenciária estadual de Aquiles Serdán, na capital de Chihuahua, invadiu uma área do presídio para assassinar um homem que atuava como líder de uma gangue ligada aos cartéis de drogas.

Durante o ataque, oito homens ficaram feridos por arma de fogo. /EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.