Polícia planeja usar canhão de água para resfriar reator

A polícia de Tóquio planeja usar nas próximas horas um canhão de água de um caminhão de bombeiros, para resfriar as barras de combustível do reator nuclear número 1 da usina de Fukushima/Dai-ichi, informou a agência Kyodo, em notícia postada em seu website às 7h23 da quinta-feira, pelo horário local no Japão.

ANDRÉ LACHINI, Agência Estado

16 de março de 2011 | 20h42

Mais cedo, o governo estudou o envio de helicópteros para injetar água nos reatores, mas a ideia foi abandonada por causa da radiação. Enquanto isso, a empresa Tokyo Electric Power Co. (Tepco), que administra a instalação, trabalha na construção de uma nova linha de transmissão de energia, que poderia restaurar a eletricidade na usina e ajudar a solucionar a crise em andamento.

Tudo o que sabemos sobre:
Japãoreatorresfriamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.