Polícia prende 100 em protesto anti-Putin

A polícia russa deteve ontem cerca de cem manifestantes que protestavam diante da emissora NTV, em Moscou, após o canal ter transmitido, na quinta-feira, um "documentário" que acusa a oposição ao presidente eleito, Vladimir Putin, de receber dinheiro dos EUA. Entre os presos estava Sergei Udaltsov, líder oposicionista que já havia sido detido duas vezes no início do mês, durante as manifestações motivadas pela vitória de Putin na última eleição. Cerca de mil manifestantes participaram do protesto de ontem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.