Polícia prende 25 imigrantes ilegais em Missouri

O governador de Missouri, Matt Blunt, anunciou na noite de terça-feira, 6, que imigrantes ilegais com documentos falsos, empregados de uma empresa de zeladoria, foram detidos e o contrato com a empregadora foi cancelado.Uma fonte do serviço de imigração disse que 25 pessoas foram detidas.Blunt disse que os imigrantes trabalhavam para a empresa Sam´s Janitorial Services, com sede em Oklahoma, que tem nove contratos para trabalhar em escritórios de Jefferson City, Columbia e Kansas City. Todos os empregados presos trabalhavam em Jefferson City, disse o escritório do governador.O governador informou que toda a relação de trabalho com a empresa foi suspensa. Blunt pediu para que todas as agências estatais investiguem as empresas que prestam serviços a elas para assegurar que os empregados podem trabalhar nos EUA. Os contratos com empresas que empregam ilegais devem ser suspensos."Não podemos tolerar empregadores que empregam ilegalmente trabalhadores à custa de cidadãos que trabalham muito", disse Blunt durante uma entrevista coletiva.O gerente de operação de manutenção, Vernon Morris, percebeu certas inconsistências nos documentos dos empregados e informou a polícia.Uma investigação de varias semanas terminou na terça-feira, 6, quando a Agência de Vigilância de Imigração (ICE), junto com policias locais, detiveram os supostos ilegais. Foi dito aos empregados que seria realizado às 18h30 (hora local) uma reunião no edifício de escritórios Truman. Entre 50 a 80 empregados se apresentaram para o encontro. De acordo com Pete Baird, agente especial da ICE em Kansas City, disse que 25 foram detidos e que outros foram interrogados na noite de terça-feira, sem dar detalhes sobre as nacionalidades. O dono da empresa não está entre os detidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.