Polícia prende 26 em protesto islamita

A polícia da Tunísia prendeu ontem 26 islamitas depois de um confronto com um grupo de advogados nas imediações do Ministério da Justiça em Túnis. Os islamitas participavam de uma manifestação pela libertação de sete fundamentalistas quando a confusão com os advogados - que defendem um governo secular desde a queda de Ben Ali em janeiro - teve início. De acordo com testemunhas, cerca de cem manifestantes atacaram pelo menos cinco advogados - um deles teve de ser hospitalizado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.