Reuters
Reuters

Polícia prende dois britânicos acusados de envolvimento com terrorismo

Jovens foram detidos por preparar e instigar atividades terroristas, mas investigação não tem relação com nenhum plano internacional  

O Estado de S. Paulo

17 de fevereiro de 2015 | 12h39


LONDRES - Dois jovens de 16 anos foram detidos na segunda-feira na cidade de Mossley, no norte da Inglaterra, acusados de envolvimento em crimes relacionados com o terrorismo, informou a polícia da área metropolitana de Manchester nesta terça-feira, 17.

Eles foram detidos pela Unidade Antiterrorista do Noroeste do país (NWCTU) acusados de "comissão, preparação e instigação de atividades terroristas". "Agentes da NWCTU revistaram duas casas em Mossley, em Tameside, em uma busca que se prolongará durante algum tempo", afirmou um porta-voz dessa unidade.

A superintendente da polícia metropolitana de Manchester, Caroline Bell, disse que as detenções "causarão ansiedade" entre os moradores, mas quis tranquilizá-los. "Queremos deixar claro que esta investigação não está relacionada com nenhuma trama terrorista internacional. Também não encontramos nenhuma prova que comprove que a comunidade de Mossley está em perigo."

Nos últimos dias várias detenções foram feitas na Grã-Bretanha relacionadas com atividades terroristas, apesar de o país manter o nível de alerta na categoria "severo" desde o meio do ano passado, o quarto mais alto em uma escala de cinco e que indica "alta probabilidade" de atentados. /EFE

Tudo o que sabemos sobre:
LondresterrorismoGrã-Bretanha

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.