Polícia prende quatro pessoas e confisca armas do IRA

A polícia afirmou ter descoberto um esconderijo de armas do grupo Exército Republicano Irlandês (IRA) e prendeu quatro pessoas nesta sexta-feira, após ter usado marretas para quebrar a porta de entrada de uma residência católica no oeste de Belfast. A operação, baseada em esquema de vigilância e numa denúncia anônima, foi o último esforço para acabar com a atividade dos dois grupos dissidentes, o verdadeiro IRA e o IRA dissidente, que se afastou do primeiro por se opor ao acordo de cessar-fogo assinado em 1997 pelo IRA original. A polícia disse que as armas, ligadas ao IRA original, estavam escondidas numa parede dos fundos da casa em Ballymurphy, um dos mais radicais distritos dominados pelo IRA, em Belfast.

Agencia Estado,

25 Janeiro 2002 | 20h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.