Polícia prende serial killer que teria matado 18

A polícia francesa anunciou na noite de terça-feira a prisão de um homem de 68 anos suspeito de assassinar 18 pessoas, a maioria homossexuais. Segundo o promotor públicos Jean-Martin Jaegle, Nicolas Panard teria matado 11 pessoas apenas na região da Alsácia, leste do país, quatro na Província de Franche-Comté, e outras três em Paris.O serial killer, de acordo com a polícia, teria matado suas vítimas seguindo um mesmo padrão: um forte golpe na cabeça seguido de várias facadas. Os assassinatos ocorreram entre os anos de 1980 e 2002 e teriam contado com a ajuda de um cúmplice, Slim Fezzani, de 43 anos, que já cumpre pena de 20 anos por homicídio.Panard foi preso em sua casa, na cidade de Mulhouse, no nordeste do país. Testemunhas da região da Alsácia disseram que Panard era uma drag queen, que freqüentava círculos de prostituição homossexual da região alsaciana. A polícia suspeita que ele e Fezzani teriam sido amantes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.