Polícia prende suspeito de assassinar aluna de Yale

O chefe de polícia da cidade norte-americana de New Haven, James Lewis, disse que Raymond Clark III, um técnico de laboratório, foi preso hoje sob suspeita de ter matado Annie Le, uma estudante de graduação, de 24 anos, da Universidade Yale. O corpo dela foi encontrado escondido atrás da parede de um laboratório. A fiança estabelecida ficou em US$ 3 milhões.

AE-AP, Agencia Estado

17 de setembro de 2009 | 11h12

A polícia havia dito que haveria acusações contra qualquer um cujas amostras de DNA correspondessem a evidências encontradas na cena do crime. Um médico legista informou ontem a morte da estudante por asfixia traumática. O corpo foi encontrado no domingo - dia em que Annie se casaria - no prédio em que ela e Clark trabalhavam.

Tudo o que sabemos sobre:
Yaleestudantemorte

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.