Polícia prende suspeitos de ataque contra ativista

A polícia do Paquistão prendeu ontem nove suspeitos de terem participado do atentado contra Malala Yousufzai, de 14 anos, que lutava pelo direito das mulheres de frequentar as escolas na região dominada pelo Taleban. Segundo as investigações, Atta Ullah, de 23 anos, natural o Vale de Swat, é o principal suspeito de coordenar o ataque contra Malala. A noiva de Ullah, sua mãe e seu irmão também foram presos sob suspeita de terem facilitado a ação. Malala continua internada em um hospital da Grã-Bretanha.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.