Polícia recaptura detentos que fugiram de helicóptero

Três homens que fugiram de helicóptero de uma prisão de Quebec, há duas semanas, foram capturados neste domingo em um condomínio de luxo de Montreal. Os fugitivos foram presos por investigadores da província de Quebec, que estavam acompanhados por membros da SWAT.

AE, Agência Estado

22 de junho de 2014 | 20h17

A sargento da polícia Audrey-Anne Bilodeau disse que as investigações continuam e que devem ocorrer novas prisões relacionadas ao caso. "Pode ser uma pessoa que os ajudou a escapar da prisão ou uma pessoa que os ajudou a se esconder", disse.

A polícia não divulgou mais detalhes sobre como localizou os fugitivos, Yves Denis, 35, Denis Lefebvre, 53, e Serge Pomerleau, 49. Eles devem comparecer a um tribunal da cidade de Quebec na segunda-feira. Os três foram presos originalmente em 2010, durante uma operação que desmantelou uma rede de tráfico de drogas, e estavam aguardando julgamento por acusações que incluíam participação em gangues e assassinato.

Segundo a polícia, os homens fugiram de helicóptero do Centro de Detenção Orsainville, nos subúrbios da cidade de Quebec, no dia 7 de junho, desencadeando uma caçada internacional. A Interpol os incluiu em sua lista dos fugitivos mais procurados do mundo.

Logo após o ocorrido, descobriu-se que um juiz havia concedido aos três detentos condições menos rigorosas, como acesso a um computador monitorado, ao pátio do centro de detenção e permissão para não usar algemas.

A ministra de segurança pública de Quebec, Lise Theriault, disse não saber por que o juiz concordou com o pedido. O governo da província ordenou uma investigação interna sobre a fuga. A investigação administrativa também vai examinar uma fuga semelhante ocorrida em outro presídio de Quebec no ano passado. Em março de 2013, dois detentos agarraram uma corda lançada de um helicóptero para escapar do centro de detenção de St-Jerome, mas foram recapturados logo em seguida. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
CanadáHelicópteroFuga

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.