Polícia reprime protesto contra regime bareinita

A tropa de choque da polícia do Bahrein lançou bombas de gás lacrimogêneo e granadas de efeito moral na repressão a um protesto contra a monarquia realizado ontem em Manama, capital do país. Na periferia, uma outra manifestação transcorria pacificamente. O protesto reprimido violentamente pelo governo foi liderado pela filha de Nabeel Rajab, defensor dos direitos humanos preso pelas autoridades.

O Estado de S.Paulo

13 de outubro de 2012 | 03h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.