Polícia reprime protesto na Turquia

Ato que pede recontagem de votos na eleição de domingo reúne milhares de pessoas em Ancara

O Estado de S. Paulo,

01 de abril de 2014 | 11h50

ANCARA  - A polícia turca dispersou nesta terça-feira,1, em Ancara com canhões d'água milhares de partidários do principal partido da oposição ao primeiro-ministro Recep Erdogan, dois dias depois da vitória do AKP, o partido do governo, nas eleições regionais.

Os manifestantes pedem a recontagem dos votos e protestam contra denúncias de corrupção envolvendo Erdogan, no poder desde 2002.

O AKP manteve as prefeituras de Istambul e Ancara e ampliou sua votação em todo o país.

Na semana passada, às vésperas da eleição, o premiê ordenou a censura do Twitter e do YouTube para tentar evitar a divulgação de vídeos com as denúncias. A proibição acabou rechaçada pela Justiça turca. / REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.