Polícia tenta acalmar população após prisões em Birmingham

A polícia inglesa tenta nesta quinta-feira acalmar as ansiedades dos muçulmanos na cidade de Birmingham, onde nove homens foram presos por acusações de terrorismo. A mídia britânica reportou que os homens estavam arquitetando o seqüestrar um soldado britânico de origem muçulmana, torturá-lo e decapitá-lo, exibindo as imagens na internet. Os planos não foram confirmados pela polícia.Alguns muçulmanos questionaram se as prisões não seriam outra operação de alto-escalão errada, como a batida no ano passado, no leste de Londres onde a polícia atirou e feriu um de dois irmãos muçulmanos que mais tarde foram soltos por falta de provas que os ligassem ao terrorismo. Também criticaram a mídia por divulgar a operação. Os Nove suspeitos, tidos como britânicos de origem paquistanesa, foram presos em regiões tidas como bairros paquistaneses em Birmingham."Essa área agora se refere a um antro de radicais islâmicos, e isso dificulta a controlar a preocupação gerada nas ultimas 24 horas", disse Salma Yagoob, membro do Conselho da Cidade de Birmingham em entrevista nesta quinta-feira."Levará muito tempo para reconstruir a confiança depois que as pessoas sentem que foram aterrorizadas", disse Yagoob, britânica de descendência paquistanesa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.