Polícia tenta identificar ossada achada em cama

A polícia da cidade francesa de Lille tenta identificar uma ossada encontrada na cama em uma casa abandonada. O esqueleto ficou no local por pelo menos 15 anos, segundo autoridades. Os restos seriam de um homem que morava só e não tinha parentes.

O Estado de S.Paulo

20 de outubro de 2012 | 03h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.