Polícia turca detém homem que ameaçava explodir balsa

A polícia da Turquia prendeu um homem armado que, por pouco tempo, controlou uma balsa. Ele ameaçou explodi-la como protesto contra os slogans pró EUA proferidos durante o funeral de um jornalista assassinado na semana passada. O homem, que afirmava portar explosivos plásticos, seqüestrou a balsa no estreito de Dardanelles, enquanto a embarcação ia de Gelibolu para Lapseki na noite de sábado, informou o vice-governador da Província de Canakkale, Yusuf Ziya Ince.O homem, que não carregava explosivos, entregou-se depois de duas horas e soltou todos os passageiros. Ninguém ficou ferido. A polícia investiga as informações de que ele seria um ex-sargento.Imagens de televisão mostraram o atacante gritando: "Eu fiz isso pelo país", quando ele era levado para um carro de polícia.O jornalista Hrant Dink, turco de origem armênia - que chamava de genocídio a morte de armênios no início do século 20 - foi morto a tiros em frente ao jornal no qual trabalhava uma semana atrás.Seu funeral inspirou efusivas manifestações pela reconciliação entre armênios e turcos. O protestante referiu-se a si mesmo como um "fedai turco patriótico", aquele que sacrifica-se por sua terra natal. Ele desenrolou uma bandeira turca durante sua ação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.