Polícia turca dispersa manifestantes na Praça Taksim

A polícia turca usou gás lacrimogêneo e canhões de água para dispersar cerca de três mil manifestantes que tentavam iniciar um novo protesto na Praça Taksim, em Istambul. O grupo se reuniu na Avenida Istiklal, que leva à praça, local de quase três semanas de protestos contra o primeiro-ministro, Recep Tayyip Erdogan, e seu governo de raízes islâmicas. Ao todo, as manifestações deixaram quatro pessoas mortas e cerca de oito mil feridas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.