AP Photo/Kevin Hagen
AP Photo/Kevin Hagen

Polícia francesa diz ter encontrado  passaporte sírio com terrorista

As identidades e nacionalidades dos terroristas não foram informadas oficialmente ainda

AE, Estadão Conteúdo

14 de novembro de 2015 | 10h29

PARIS - Policiais franceses disseram neste sábado, 14, ter encontrado um passaporte sírio juntamente com um dos terroristas que foi  morto no Stade de France ontem. Os policiais falaram em condição de anonimato. As identidades e nacionalidades dos terroristas não foram informadas oficialmente ainda. Os ataques de sexta-feira em Paris deixaram ao menos 127 mortos e cerca de 200 feridos.

Mais cedo, o Estado Islâmico reivindicou a autoria dos atentados. No comunicado, o grupo diz que os ataques foram uma resposta contra a campanha militar da França contra o ele e os insultos no país ao profeta do Islã. Afirma ainda que a França continuará como alvo prioritário de futuros ataques se não mudar suas políticas.

Antes mesmo do comunicado do EI, o presidente francês, François Hollande responsabilizou o grupo pela carnificina.  Hollande decretou neste sábado um luto nacional de três dias pelos atentados de ontem à noite e anunciou que comparecerá na segunda-feira perante o Parlamento para informar das medidas que planeja adotar. O presidente falará perante as duas câmaras do Parlamento juntas no Palácio de Versalhes, uma medida muito pouco frequente na república francesa.

Tudo o que sabemos sobre:
FrançaterrorismoParis

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.