Policiais israelenses ferem um palestino na Cisjordânia

Efetivos da polícia israelense de fronteira feriram nesta quarta-feira um palestino, Alá Kasab, e detiveram seuirmão Murad no campo de refugiados de Balata, junto à cidade deNablus, na Cisjordânia, informou a rádio pública.Os agentes policiais rodearam a casa onde se encontrava MuradKasab, militante do Fatah, suspeito de planejar atentados suicidas e ataques armados contra forças do Exército israelense, que os recebeua tiros junto com seu irmão.Após ser ferido, Alá foi levado ao hospital Beilinson, em Israel, e seu irmão se entregou aos policiais.Na localidade de Betânia, vizinha da cidade cisjordaniana deRamalah, forças do Exército detiveram outro militante do Fatah, que não foi identificado pelas autoridades militares.Ativistas pelos direitos humanos dos palestinos na Cisjordâniaocupada informaram nesta manhã de quarta-feira que o levantamento de restrições ao movimento dos civis, impostas pelo exército israelense, não se pode ainda ser notada.Fontes militares explicaram que, por enquanto, regem para apassagem de mercadorias, que passam agora mais rapidamente asinspeções de segurança que antes podiam levar horas, e paraempresários palestinos que mantêm vínculos com seus colegas emIsrael.O governo israelense ordenou no domingo passado às autoridadesmilitares adotar medidas para facilitar a passagem de pessoas emercadorias pelos postos militares de controle e segurança.A decisão se deveu a uma promessa do primeiro-ministroisraelense, Ehud Olmert, ao presidente da Autoridade NacionalPalestina (ANP), Mahmoud Abbas, durante uma reunião que realizaram em dezembro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.