Policiais são mortos em atentado na Chechênia

Pelo menos 21 policiais morreram hoje quando uma mina terrestre, acionada à distância, explodiu sob o seu comboio em Grozy, no maior ataque perpetrado até agora contra a força de segurança russa na Chechênia. Depois da detonação, os rebeldes abriram fogo contra as tropas. A explosão ocorreu a apenas 100 metros do principal quartel-general da polícia na república separatista e poucas horas depois do discurso proferido pelo presidente russo, Vladimir Putin, em rede nacional de televisão sobre o estado da nação. Ontem, 11 soldados russos morreram e outros 13 ficaram feridos em dois ataques rebeldes na região sulista de Shatoi, representando um significativo ressurgimento da atividade separatista, depois de meses de ataques de pequena escala.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.