Policial é afastado sob acusação de fumar maconha

Um chefe de polícia - o primeiro a ter uma atitude mais branda em relação à maconha - foi removido de suas funções nesta segunda-feira, 18, após acusações de que ele próprio fumava a droga.A Scotland Yard disse que o comandante Brian Paddick, de 43 anos, havia sido removido de suas funções em Lambeth - o bairro do sul de Londres, onde, desde julho, qualquer pessoa presa com uma pequena quantidade de droga recebe uma advertência verbal, em vez de enfrentar a prisão.Paddick, que é homossexual, nega as acusações feitas por seu ex-companheiro James Renolleau no jornal Mail on Sunday. De acordo com o jornal, Renolleau teria dito que os dois haviam fumado juntos mais de 100 cigarros de maconha, no apartamento de ambos, em Londres."Obviamente, estou muito desapontado de ter de deixar Lambeth embora temporariamente", disse, nesta segunda-feira, Paddick, sem comentar a notícia publicada pelo jornal Mail on Sunday.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.