Policiamento do Iraque usará carros americanos

O Departamento de Estado informa que o esforço de reconstrução do Iraque não se valerá mais de carros fabricados fora dos EUA. O Departamento esteve sob pressão de parlamentares do Estado de Michigan, onde boa parte da indústria automobilística americana está concentrada. Políticos do Estado se reuniram com autoridades depois de descobrirem que a repartição responsável pelo policiamento no Iraque havia recomendado a compra de utilitários leves japoneses. Nos contratos fechados com empresas privadas para policiar o Iraque, o Departamento de Estado abriu mão da diretriz sobre compra de produtos americanos por temer que veículos fabricados nos Estados Unidos se tornassem alvo de ataques. Trinta e sete carros japoneses foram adquiridos sob essa exceção da norma.

Agencia Estado,

02 Julho 2003 | 19h41

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.