Poliomielite se espalha pela África

A poliomielite se espalhou para novos países na África, ameaçando tornar-se uma epidemia na região e comprometer ainda mais as tentativas globais de eliminar a paralisia infantil, dizem funcionários da ONU. "Epidemiologistas da Iniciativa Global de Erradicação da Pólio confirmaram hoje a reinfecção em Guiné e Mali, assim como três novos casos na região de Darfur, Sudão", afirmou um comunicado da Organização Mundial da Saúde e outras agências.O ressurgimento da pólio - que espalhou-se do norte da Nigéria - pode transformar-se numa grande epidemia na África Central e Ocidental, já que a "alta estação" da doença começa em setembro, advertiu a agência. "O que isso significa é que a grande epidemia de pólio que vínhamos temendo agora se espalhou além da muralha de fogo que levantamos... tentando conter o vírus o mais perto possível do epicentro na Nigéria", disse Bruce Aylward, que coordena iniciativas antipólio na OMS.A OMS tinham esperança de erradicar a pólio no mundo até 1º de janeiro, depois de uma campanha global de imunização de 15 anos, mas os esforços na África colidiram com a resistência no Estado muçulmano de Kano, na Nigéria. O programa de imunização foi retomado em Kano três semanas atrás, mas a doença já se espalhou para Guiné e Mali, de acordo com a OMS.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.