Político chavista é assassinado na Venezuela

O político chavista Eliézer Otaiza foi assassinado com vários disparos no estado de Miranda, na região central da Venezuela, informou na noite desta segunda-feira o ministério das Relações Interiores.

AE, Agência Estado

29 de abril de 2014 | 12h57

Otaiza, que desde dezembro do ano passado era presidente do Conselho Municipal de Caracas, foi encontrado com quatro disparos de bala no município de El Hatillo, no estado de Miranda. O corpo foi encontrado no sábado, mas como estava sem documentos, foi apenas identificado ontem.

A fiscal geral da Venezuela, Luisa Ortega Díaz, disse em uma mensagem no Twitter que designou um oficial para investigar a morte do dirigente.

O presidente Nicolás Maduro ordenou uma investigação "completa da estranha circunstância em que Otaiza apareceu assassinado".

Otaiza foi um dos oficiais que participou do malsucedido golpe de 27 de novembro de 1992, nove meses depois da intentona encabeçada pelo falecido presidente Hugo Chávez. O dirigente ocupou diversos cargos na administração chavista. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Venezuelaviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.