Políticos japoneses fazem dieta para conscientizar população

O Governo japonês colocou dois vice-ministros da Saúde visivelmente com excesso de peso em dieta. A idéia é conscientizar a população sobre as vantagens de uma vida saudável, publica neste domingo o jornal "The Daily Yomiuri".Os altos funcionários se ofereceram voluntariamente a um "julgamento" público, já que a cada segunda-feira serão divulgados no site do Ministério japonês da Saúde dados sobre suas lutas contra o sobrepeso, com fotos, peso atual, consumo de álcool e metros caminhados.Com 55 anos cada, os dois vice-ministros sofrem do que se conhece como síndrome metabólica, um excesso de gordura ao redor dos órgãos internos que pode ser precursora de doenças mais sérias como o diabetes.Os dois vice-ministros de Saúde, Trabalho e Bem-estar têm cinturas de 100,5 centímetros e 101,5 centímetros e se comprometeram a perder cinco e seis quilos, respectivamente, durante os próximos seis meses.Keizo Takemi, um deles, assegura que tomou a decisão de abandonar os refrigerantes com excesso de açúcar e de deixar de lado seus jantares tarde da noite. Por sua parte, seu companheiro Noritoshi Ishida, o mais gordo dos dois, pediu aos japoneses que se unam na sua luta contra o excesso de peso."Dêem uma olhada na minha barriga e lutem contra a síndrome metabólica", afirmou Ishida.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.