Polônia fecha embaixada em Damasco

A Polônia fechou sua embaixada na Síria e retirou todos os diplomatas por causa da deterioração da segurança em Damasco. A embaixada polonesa também representava os interesses dos Estados Unidos nos últimos meses. O ministro das Relações Exteriores da Polônia, Radek Sikorski, disse que tomou a decisão por causa das preocupações com a segurança dos diplomatas e dos funcionários da embaixada. "A decisão foi tomada por causa da piora dramática da crise na Síria, que tornou impossível para os diplomatas cumprirem os seus deveres", disse Sikorski em Varsóvia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.