Polônia mantém presença no Iraque, mas reduz tropas

A Polônia manterá soldados no Iraque até pelo menos o final de 2005, mas reduzirá drasticamente o contingente a partir do início do próximo ano, anunciou nestedomingo o primeiro-ministro Marek Belka. Uma resolução da Organização das Nações Unidas (ONU) permite à Polônia, que comanda uma força de 17 países na região centro-suldo Iraque, ficar até o fim de 2005. Apesar disso, o governo polonês ainda não definiu qual será o papel do Exército do país no Iraque depois disse, comentou Belka durante uma visita ao Campo Babilônia, sede das tropas da Polônia no país árabe.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.