Polônia quer abrir negociações sobre base dos EUA

O governo polonês quer abrir, o maisrápido possível, negociações com Washington sobre a proposta deinstalar, na Polônia, uma base do escudo antimísseis americano. Na nota transmitida pelo Ministério das Relações Exteriores daPolônia à embaixada dos Estados Unidos em Varsóvia, destaca-se ointeresse em que as negociações comecem o quanto antes.A nota é a resposta oficial à oferta recebida pelo governopolonês de Washington para o começo das negociações em torno do tema.A oferta americana compreende a construção, na Polônia, de uma basecom dez silos para o lançamento de mísseis que poderiamdestruir projéteis disparados contra o território dos EstadosUnidos, a partir do Oriente Médio. O projeto americano prevê a instalação, na Polônia, dos silos delançamento dos mísseis, enquanto que na República Checa ficariam osradares capazes de detectar os projéteis disparados.As duas bases, na Polônia e na República Checa, seforem construídas, farão parte do escudo antimísseis desenhado com o objetivo de proteger oterritório dos Estados Unidos e que já tem duas bases, uma naCalifórnia e a outra no Alasca.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.