Kham / Reuters
Kham / Reuters

Ponte a 1,4 mil metros de altura se torna atração turística no Vietnã

A ‘Ponte Dourada’ é um projeto do Sun Group, à frente de várias obras polêmicas, como um teleférico construído em 2016 no Monte Fansipan, que provocou protesto entre os moradores

O Estado de S.Paulo

01 Agosto 2018 | 10h11

DANANG, VIETNÃ - Uma ponte de 150 metros de comprimento, de 1,4 mil metros de altura e apoiada por duas mãos gigantes, se tornou uma das principais atrações turísticas do Vietnã.

A "Ponte Dourada" ("Cau Vang", em vietnamita) oferece uma bela vista das florestas de Ba Na, perto de Danang, no centro do país. "A ponte é magnífica, com um estilo arquitetônico surpreendente. Daqui é possível observar a cidade de Danang", declarou Nguyen Trung Phuc, um dos visitantes.

Situada a 20 km de Danang, Ba Na é uma cidade turística fundada em 1919 pelos colonos franceses.

Cem anos depois, a localidade se tornou uma das grandes atrações do Vietnã. Para agradar os visitantes, o governo construiu um teleférico de vários quilômetros e recriou uma vila medieval francesa com um castelo e uma catedral, além de um museu de cera com estátuas de figuras como Lady Gaga e Michael Jordan, entre outros.

A ponte é um projeto do Sun Group, à frente de várias obras polêmicas, como um teleférico construído em 2016 no Monte Fansipan, o maior do Vietnã (3.134 metros), que provocou protesto entre os moradores.

O país tenta atrair turistas, com a ideia de virar um destino inevitável no sudeste asiático. Em 2017, recebeu 13 milhões de visitantes estrangeiros, chineses em sua maioria, muito atrás dos 35 milhões de turistas que viajaram à Tailândia no mesmo ano. / AFP

Veja abaixo as 'microcasas' do Vietnã onde vivem até 3 pessoas por m²

Mais conteúdo sobre:
Vietnã [Ásia]turismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.