Ponte no Nepal cai e mata 13, há muitos desaparecidos

Moradores cruzavam rio para participar de evento religioso; até 200 pessoas podem estar desaparecidas

REUTERS

25 de dezembro de 2007 | 15h14

Pelo menos 13 pessoas, a maioria mulheres e crianças, morreram nesta terça-feira no Nepal depois que uma ponte caiu num rio na região oeste do país, afirmaram as autoridades. Os moradores de uma vila cruzavam o rio Bheri para chegar a um evento religioso nas proximidades de Chhinchu, 320 quilômetros a oeste de Katmandu, quando a ponte caiu, afirmaram representantes da polícia. "Resgatamos 13 corpos e 32 pessoas que foram enviadas rapidamente para um hospital", afirmou o policial Madhav Rijal, em Surkhet, a principal cidade da região. As primeiras notícias apontavam que até 200 pessoas estariam desaparecidas nas águas geladas do rio, mas a polícia informou que o número exato de desaparecidos ainda é certo. As operações de resgate terminaram ao pôr do sol e devem ser retomadas na quarta-feira. As autoridades afirmaram que um dos pilares de suporte da movimentada ponte pode ter cedido, causando o desastre. As pontes suspensas sobre os rios no Himalaia conectam vilas remotas numa região montanhosa que carece de estradas para ligar as cidades do país.

Tudo o que sabemos sobre:
NEPALPONTECAI

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.