População russa permanece em declínio

A população russa continua encolhendo, apesar das melhorias nas taxas de natalidade, que aumentaram em 2000, e na de mortalidade, que diminuíram comparadas com as do ano passado. No entanto, segundo estatísticas oficiais divulgadas hoje, nos primeiros meses deste ano, o total da população da Rússia baixou em 458.000 pessoas. Os russos são hoje 144,4 milhões.Segundos os pesquisadores, "o declínio natural da população" está diminuindo, embora o processo não tenha terminado ainda. Por outra parte, o saldo negativo aumentou com relação ao ano passado devido à redução dos fluxos migratórios ao país, que nos primeiros meses de 2001 compensaram em apenas 5,5% a queda demográfica.Os imigrantes que entraram oficialmente na Rússia este ano foram até agora 72.000, ou 7% menos que no mesmo período do ano passado. O declínio demográfico da Russa é um processo incubado desde o final dos anos 60, que sofreu uma aceleração no início dos 90, logo depois do fim do comunismo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.